Pastor usa púlpito para propagar fake news contra a Universal

20/03/2020

Entenda a importância de investigar primeiro, antes de espalhar qualquer notícia

Desde que a pandemia do Covid-19 foi anunciada, inúmeras notícias falsas têm competido com as verdadeiras, e o pânico por elas gerado, só aumenta a instabilidade da situação.

Em meio a tudo isso, há aqueles cujo único intuito é o de difamar a imagem de pessoas e instituições.

Recentemente, mais uma fake news (notícia falsa) sobre a Universal foi criada. Nela, foi inventada que a instituição estava vendendo ‘álcool em gel ungido’ e copo d’água contra coronavírus.

A publicação, que circula pela internet, é composta por imagens de uma embalagem de álcool em gel, onde se lê no rótulo “Álcool Ungido em Gel Uvinersal (sic)”, e de um copo d’água com a logomarca da Igreja Universal do Reino de Deus acompanhado do seguinte texto: “bispos já consagraram este novo artefato para ajudar você a se prevenir”.

Os autores de tais montagens alegaram que produzem “humor relativo à religião”. Mas, na verdade, estão estimulando o ódio contra a Universal, seus bispos, pastores e fiéis.

Tal imagem não é nova e vem de uma fake news que circula há anos e que já foi esclarecida (Clique aqui e veja o esclarecimento publicado neste blog Mitos e Verdades).

Como se isso não fosse o suficiente, há aqueles que tomam tais notícias como verdadeiras e as propagam.

Foi o caso de um pastor que, durante o culto em sua igreja, fez uso dessas imagens falsas divulgadas alegando que é “por coisas desse tipo, que o evangelho tem sido banalizado; por causa dessa pouca vergonha”, diz, referindo-se à notícia.

Em sua fala, o pastor ainda alegou que “denuncia mesmo”, mas o que ele “denunciou mesmo” foi a sua própria desinformação, perdendo a oportunidade de divulgar os perigos que uma notícia falsa pode causar na vida de uma pessoa – inclusive em sua fé.

Mas, esse pastor não é a única vítima de fake news, não. Temos muitos outros relatos de pessoas que se deixaram enganar por essas notícias falsas. Um deles é o do representante comercial Jair, de 46 anos. Hoje, ele se arrepende por ter dado ouvidos às notícias falsas que se espalhavam contra a Universal e reconhece o quanto elas atrasaram a sua vida.

Conheça a sua história na íntegra, assistindo ao vídeo abaixo:

Não espalhe mentiras

Segundo um estudo divulgado pela revista Science, as notícias falsas ou fake news se espalham pela internet mais rápido que as verdadeiras, gerando prejuízos tanto à população quanto à imagem de uma pessoa ou instituição.

E mesmo que no Brasil ainda não exista uma legislação específica para punir quem produz e compartilha notícias falsas, isso não quer dizer que quem as pratica esteja isento de ser responsabilizado. Pois, há outros instrumentos legais para processar nas justiças civil e criminal tanto quem cria quanto quem divulga fake news.

Mas como, em meio a tantas notícias, identificar as que são falsas?

Elas possuem características comuns, de acordo com a Biblioteca Virtual do Governo do Estado de SP. Geralmente são “montagens acompanhadas de fotos para provocar comoção, nojo ou indignação” Possuem “erros gramaticais/ortográficos em excesso, argumentos repetitivos e contradições”. Além disso, usam “citações de nomes de pessoas renomadas, instituições, marcas para dar credibilidade”. E os textos não possuem datas especificas.

Não dê ouvidos!

Ao longo dos 42 anos de existência, mentiras têm sido uma tática muito comum utilizada contra a Universal.

Muitos têm se deixado contaminar por calúnias e difamações proferidas contra a igreja. Contudo, esquecem que é muito fácil tirar a limpo tudo o que ouvem: conhecendo o outro lado da história.

Leia também:

COMUNICADO OFICIAL sobre a Universal e o Coronavírus

Coronavírus: dicas para prevenir o contágio

Muitos dos pacientes com coronavírus se recuperam da doença


  • Núbia Onara / Foto: Getty Images / Reprodução 

Coronavírus: dicas para prevenir o contágio

20/03/2020

Veja o que você deve fazer para se proteger do Covid-19

Diante do cenário em que o mundo está vivendo com o novo Coronavírus, muitas pessoas têm ficado assustadas, o que colabora para o pânico geral.

É importante ressaltar que o medo não deve dominar a situação. O coronavírus é contagioso, mas com medidas de prevenção pode ser evitado.

Neste momento, o cidadão brasileiro deve seguir as orientações dadas pelo Ministério da Saúde e colaborar com o bem de toda a nação. Veja quais são essas recomendações:

Lave bem as mãos

Lavar as mãos é fundamental neste momento. Mas atenção: lavar apenas com água não é o suficiente.

Use sabão para lavar dedos, unhas, punho, palma, dorso e antebraços. Quando for higienizar as mãos, retire todos os acessórios. Além disso, dê preferência às toalhas de papel para se secar.

O Dr. Bactéria, médico infectologista, explicou, recentemente, em uma reportagem da Record TV, que não lavar as mãos corretamente aumenta ainda mais a chance de contaminação. Veja no vídeo abaixo:

Use álcool em gel

O Ministério da Saúde também orienta que utilize álcool em gel. Após a correta lavagem, utilize o produto nas mãos e nos acessórios.

Você deve procurar um álcool em gel que seja antisséptico e com pelo menos 70% INPM, sigla para Instituto Nacional de Pesos e Medidas. É importante que você saiba que o álcool em gel com menos de 70% não se apresenta eficaz.

Além disso, utilize o produto para higienizar telefones, teclados, celulares, cadeiras, maçanetas e mesas.

Cubra o rosto ao tossir e espirrar

Quando tossir ou espirrar, cubra o rosto com o braço, evitando contaminar suas mãos ao levá-las até o rosto. O Ministério da Saúde ainda orienta que utilize lenços de papel quando for tossir ou espirrar e jogá-los no lixo após a utilização.

Medidas de prevenção

A Universal anunciou, na última segunda feira, 16 de março, que está tomando medidas de prevenção contra o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Disponibilizar água e sabão para que os fiéis higienizem as mãos;
  • Disponibilizar álcool em gel;
  • Evitar orações com imposição de mãos neste período, entre outras ações.

Confira, também, o pronunciamento oficial sobre o assunto, feito pelo Bispo Renato Cardoso, na noite desta terça-feira (17), clicando aqui.


  • Rafaela Dias / Fotos: Getty Images

COVID-19: angústia e medo ou fé e confiança

18/03/2020

Não podemos deixar de falar da fé, porque ela é o único poder suficiente para vencer os tempos difíceis

Para nos protegermos fisicamente contra os perigos da nova pandemia do COVID-19, todos nós já fomos reiteradamente orientados com respeito à higiene das mãos, das roupas, das secreções do corpo, entre muitas outras recomendações.

Mas, para os que creem em Deus, há também uma outra forma de proteção disponível diante do caos instalado. Trata-se da proteção espiritual que vem do trono do Altíssimo para os que buscam a Ele.

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nEle confiarei. Porque Ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.” Salmo 91.1-4

Não estou habilitada a falar sobre ciência, medicina ou política, mas posso falar com segurança sobre a Palavra de Deus, que é apta e eficaz para discernir todas as circunstâncias do mundo em todas as gerações, povos e culturas, inclusive o momento turbulento que estamos passando.

Muitos associam viver em segurança ao lugar que moram e aos bens que possuem, mas esse conceito ficou completamente abalado frente à avassaladora ameaça do coronavírus. Países até então com alta taxa de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), ótimo sistema de saúde e economia saudável, estão vendo que nada disso tem sido suficiente para proteger a sua população.

A reação que o Senhor Jesus disse que a humanidade teria ao passar por alguns acontecimentos nos dias finais se cumpre:

“Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo;” Lucas 21.26

Milhões de pessoas estão trancadas nos seus lares, apavoradas com a possibilidade de adoecer e de nem sequer encontrar um leito de hospital ou um ventilador mecânico que as ajude respirar.

Enquanto alguns desmaiam pelo medo da doença, outros desmaiam pela hecatombe financeira que estão sofrendo.

Há décadas não se vê o continente europeu parado, com fronteiras fechadas e um país com medo do que ocorre no outro país vizinho. Se a depressão já é um problema grave em muitas nações europeias, imagine agora depois dessa onda avassaladora de pânico e isolamento!

Por isso, não podemos deixar de falar da fé, porque ela é o único poder suficiente para vencer os tempos difíceis. Por mais que os céticos ignorem e até debochem de nossas palavras, há um lugar secreto, há uma proteção espiritual quem vem do Alto para quem busca ao SENHOR Deus nos dias de crise. Ele ofereceu um lugar seguro para nos abrigarmos dos perigos deste mundo, e tolo é quem despreza o Seu esconderijo. Não precisamos desmaiar de terror, muito menos, nos desesperar com as notícias que a economia vai falir ou que os estoques de comida e remédios não serão suficientes.

Também não precisamos tentar entender tudo e ter todas as respostas, porque, há interesses que desconhecemos. Mas, mesmo com tudo isso, podemos dormir e acordar em paz, na certeza de que estamos sendo guardados pelo Deus que nos fez o convite de nos escondermos sob as Suas asas.

Então, a melhor ação para os nossos dias é buscar ao Altíssimo com todas as nossas forças. Se você está afastado da fé, volte. Se arrependa dos seus pecados e inicie uma nova caminhada com Deus. Se você já O busca, intensifique a sua comunhão diária com Ele.

Estamos em oração pelos profissionais da saúde, que mesmos expostos ao risco da contaminação e exaustos, atendem aos que chegam aflitos aos hospitais.

Oramos pelos infectologistas que bravamente trabalham para socorrer os doentes graves. Clamamos pelos cientistas, para que descubram novas medicações que combatam esse mal. Oramos, principalmente, pelos infectados para que tenham boa recuperação e, logo possam voltar à sua vida normal.

Estamos juntos, pela fé, com os que estão sozinhos de “quarentena” sem poder desfrutar da companhia dos seus entes queridos.

Oramos pelos idosos e grupos de risco, para que mantenham a sua fé e ânimo de viver em alta.

E saibam que, esse momento difícil vai passar e, todos nós, tiraremos grandes lições dessa luta que estamos a enfrentar.

Hoje mais do que ontem, temos que com ousadia pregar o Evangelho, pois só ele é poder de Deus para salvação (em todos os sentidos) daquele que crê.


  • Núbia Siqueira 

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


POSITIVA

A RÁDIO QUE TOCA

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Anderson Freire

MEU HOSPITAL

02.

pr lucas

marca da vida

03.

Aline Barros

Casa do pai

04.

Adilson silva

Deus acima de tudo

05.

Banda Universos

Quando olho pra você